Inscrições Abertas

— 5 Itens por página
Exibindo 1 - 5 de 18 resultados.

Cursos Ofertados

A Escola Judicial do Paraná convida magistrados da Justiça Estadual a participarem do curso "Equidade de Gênero e Diversidade: desafios e impactos no âmbito do Poder Judiciário". O curso ocorrerá...

Estão abertas as inscrições para o evento '1ª Edição do Congresso Brasileiro de Direito e Agronegócio da EJUD-PR’, que ocorrerá no próximo dia 03 de dezembro, no Tribunal Pleno do Tribunal de...

Foco da capacitação é desenvolver uma das competências necessárias para a prática profissional do Assistente de Direção do Fórum

A Escola de Servidores do TJPR (ESEJE) e o Departamento de Gestão de Recursos Humanos (DGRH) convidam todos para participar do curso “Gestão por Competências no TJPR”.

A Escola de Servidores do TJPR (ESEJE) e o Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário do Paraná (GMF) disponibilizam o curso “SEEU – Sistema Eletrônico de Execução Unificado”.

A ESEJE disponibilizou nesta semana o curso sobre a Calculadora Judicial Agnesi, a fim de capacitar os servidores e estagiários na utilização do sistema.

A Escola de Servidores do TJPR (ESEJE) e a 1ª Vice-Presidência convidam todos para participar do curso “Gestão de Precedentes”, disponível no Ambiente Virtual de Aprendizagem da ESEJE.

A Escola de Servidores do TJPR (ESEJE) convida todos para participar do curso “Conhecendo o Poder Judiciário”, disponível no Ambiente Virtual de Aprendizagem da ESEJE.

A Escola de Servidores do TJPR (ESEJE) e a Escola da Magistratura do Paraná (EMAP) convidam todos para participar do curso “Nome Social no TJPR”.

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná em parceria com a Escola de Gestão Pública oferecerá um curso sobre ‘1º Ciclo de Debates sobre a Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro, nº...

Cursos Realizados

Aperfeiçoamento para Magistrados em Violência Doméstica - 3ª Edição


Curso Online para Magistrados: Combate à Violência Doméstica e Promoção na Carreira

 

Data: 03 de agosto a 11 de setembro de 2023

Local: AVA da EJUD

 

A Escola Judicial do Paraná (EJUD-PR) está oferecendo um curso especial para juízes estaduais que desejam melhorar seu entendimento e aplicação da Lei Maria da Penha, especialmente em casos de violência contra mulheres. Este curso é credenciado e compartilhado pela ENFAM, válido para o período de vitaliciamento e para a promoção na carreira

 

O que você vai aprender

O curso tem como objetivo ajudar os juízes a entenderem melhor como aplicar a Lei Maria da Penha de forma justa. Vamos falar sobre assuntos importantes, como direitos das mulheres, como a lei funciona na prática e como lidar com casos reais de violência. Também vamos explorar questões de gênero, raça e etnia para garantir que você possa tomar decisões justas e sensíveis.

 

Como Funciona

O curso é totalmente online, permitindo flexibilidade no seu horário de estudo. Haverá discussões e atividades práticas, e você só precisa dedicar pelo menos uma hora por dia para estudar e participar das atividades. Mesmo que não possa estar online ao mesmo tempo que outros participantes, as interações ocorrerão de forma flexível.

 

O que você vai estudar

Vamos abordar os seguintes temas:

1. O que são direitos das mulheres e como eles evoluíram ao longo do tempo.

2. Como a Lei Maria da Penha realmente funciona.

3. O que você precisa saber sobre os aspectos legais da Lei Maria da Penha.

4. Como a violência afeta a vida das mulheres e como você pode ajudar.

 

Quem deve participar

Este curso é ideal para juízes estaduais que lidam com casos de violência contra a mulher, especialmente aqueles que trabalham em áreas como direito de família e tribunais do júri. Se você lida com casos relacionados à Lei Maria da Penha, este curso é para você.

 

Certificado

Ao concluir o curso e participar das atividades, você receberá um certificado que comprovará sua participação.

 

Inscreva-se agora no Curso Online de Combate à Violência Doméstica e Promoção na Carreira da EJUD-PR. Junte-se a nós e faça a diferença na aplicação da lei para proteger as mulheres em situações vulneráveis.